Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Depois de um tempo parado nosso blog volta para confirmar o que já tínhamos escrito a aqui em 21 de maio sobe o possível show do Viper na cidade das mangueiras, pois bem tudo certo o show do Viper acontecerá no di 5 de outubro no Ginásio Altinho Pimenta na Doca de Souza Franco.
A banda de Abertura será o velho Lord Byron com seus 15 anos de luta no metal paraense.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

O Viper uma das bandas mais importantes do Metal nacional esta de volta,  comemorando seus 25anos de lançamento do seu primeiro álbum "Soldiers of Sunrise".
A banda está em turnê pelo território brasileiro com a forma quase que original com André Matos(vocal), Pit Passarel (baixo), Filipe Machado (guitarra), Guilherme Martin e Hugo Muriutti (guitarra) no lugar de Ives Passarel que hoje toca no Capital Inicial.
Vamos torcer para a banda passar por Belém, seria um grande oportunidades de vermos e ouvirmos uma das melhores fases do Metal Brasileiro.


Comente se você quer ver o Viper em Belém.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Delinquentes, uma das mais antigas e importantes bandas de Belém estará domingo na praça da republica gravando seu primeiro DVD em titulado "Planeta dos Macacos"
Domingo, as 16hs, Praça da Republica.
Compareça, mostre a força do HC paraense!




domingo, 6 de maio de 2012

TRAVELLER - O Heavy metal prevalecendo na cena paraense


Quando falamos de Heavy Metal na cena Paraense, logo o que vem na cabeça de qualquer pessoa que é admirador do estilo aqui na cidade são MITRA,LORD BYRON,SOLEDAD e TAVOLA ( essa última por sinal era muito boa!) mas com o passar dos anos o O Heavy metal Paraense vem ganhando "novas" bandas que seguem o estilo,tais como ORION e THUNDERSPELL. agora chega a vez dos caras do TRAVELLER, que seguem essa proposta fiel ao estilo que aprendemos a amar! lado positivo disso é que felizmente não temos apenas bandas de Thrash ou Death na cidade! claro que devo dizer que nesse estilos thrash and death temos excelentes bandas. voltando ao TRAVELLER, conversando com meu amigo azulino,Wilson Dias a respeito da banda e ele me contou as novidades e foi nessa conversa que descobrir que o Jeff Nhofy coso era o vocal da banda, e já é de longa data que conheço rapaz,enfim convidei os caras para uma entrevista com o OUVIR-O-PESO.que voce pode conferir agora!

see ya! 
Eduardo Cavalcante.

        Primeiramente quero agradece-los por terem aceitado o convite para estar em nosso Metal Blog Ouvir-o-peso...
        Nhofy:Nós é que agradecemos, não só em nome da banda, mas também de todos os MetalHeads paraenses que tem a oportunidade de expor sua opinião e divulgar seu "Som",através deste.
        Bem, eu pude conferir o TRAVELLER em um ensaio em 2004,naquela época todos na cidade no clima do show do Claustrophobia em Belém...gostaria que vocês falassem dessa época  e fale conte-nos como tudo começou...
        Paulo Rodrigo:Tudo começou na escola ,como muitas bandas começam,Na Escola .Primeiro era  só brincadeira,mas a diversão foi se consolidando.Começaram a surgir vários convites, entre eles o de abrir o show da banda paulista Claustrophobia,então vimos que poderiamos levar a banda mais a serio.
        O Traveller ficou muito tempo parado,qual foi o real motivo para tanto tempo fora da cena metal paraense?
        Paulo Rodrigo:Devido a divergencias musicais ,a banda acabou,porem continuamos todos amigos.Depois de várias tentativas de formação,estamos voltando a ativa agora Em ao inicio da banda e seus integrantes,exceto eu,o único que segue a carreira no metal é o Wolf Viana(Antrophetido).
        Um dia desses estava falando com Wilson, que já a conheço a bastante tempo, a respeito do Traveller, fiquei muito feliz com a volta da banda, isso é a prova que o heavy metal tem vez na cena, digo, o estilo heavy metal. Pois antes o que predominavam eram bandas de thrash, death e black...como vocês estão encarando essa mudança em nossa capital?
        Nhofy:Quando entrei na banda,ví que precisavamos de um diferencial,nada  melhor  que o estilo que todos na banda se identificam.O Traveller hoje está composto de caras que passaram a vida toda ouvindo Heavy Metal Tradicional,caras que perceberam a carencia do estilo dentro do estado do Pará.
        Como a banda era Power Metal,propus mudarmos para Heavy Metal,aceitaram numa boa,imediatamente trabalhamos e focamos em uma visão mais madura.
Wilson Dias:Sempre acreditamos na essência e na tradição do Heavy Metal.Nosso estado,tem um laço de contribuição muito grande para o metal nacional,afinal a america latina do Metal nasceu aqui.Com isso ,sabemos que com a vinda de bandas consagradas do heavy-underground mundial,nosso cenário fortalecerá cada vez mais.
        Ocorreu muitas mudanças no lineup do Traveller, é bastante diferente daquela banda que eu vi! Essa mudanças trouxeram algo de novo na sonoridade da banda?
        Nhofy:(Risos),Isso vocês terão que esperar até o show!A primeira mudança foi o estilo,de Power para Heavy,as outras foram as vozes,de agudo para grave.Entreram integrantes novos.As letras antigas não estavam em coerência.A tendencia, no decorrer dos primeiros ensaios era de, mudar e acrescentar.
        Conheço o Nhofy (vocais ) , e sei que ele é um dos “novatos” como começou o contato para coloca-lo como frontman do Traveller?
        Paulo Rodrigo:Começou quando coloquei um anuncio na comunidade "Metal Belém",no orkut(Banda Traveller Precisa De Vocalista,Contatos...).
        entrando em contato comigo , Nhofy disse que cantava,estava disposto,mas que sua voz não era o estilo "Power" e, deu uma demonstração por telefone mesmo.
        Nhofy: Com a saída do Felipe(Mucura),saimos a procura de baterista,não veio outra pessoa em mente a não ser o Ronaldo Brito(Baterista),logo depois consegui contato com o Paulo Mexicano(Guitarrista),pois precisavamos de mais um guitarrista.Com o time completo entramos imediatamente em processo de ensaio.
        Sobre o material da banda, vocês tem algum material para mostrar para a galera que quer conhecer o som do Traveller?
        Nhofy:Estamos visando entrar em estudio para gravações,em junho deste ano(2012).por enquanto temos o Myspace da banda,que estão disponiveis duas músicas das antigas formações que, inclusive fazem parte do repertório atual,com profundas mudanças.
        Estão Disponiveis:"Evil Spirit",a antiga "Senses" que ganhou um novo nome,"Inquisitions Of The Soul".
        No dia 13/05, podemos dizer que a primeira apresentação do “novo” Traveller de volta aos palcos, quero saber quais são a expectativas de vocês para esse evento?
        Nhofy:A minha expectativa é Ver Um público que realmente tem sede de bater cabeça ,sair de mais um show,surpresos Positivamente!
Paulo Rodrigo:Certamente ,Nossos amigos comparecerão ao evento.Estamos recebendo muitas mensagens positivas sobre nossa volta e a galera espera anciosa  pela volta da banda.Os que um dia contribuiram e os que contribuem até hoje para  que tudo dê certo em nossa Reestreia!
Wilson Dias: Estamos muito esperançosos e motivados em poder contribuir para esse mais novo capitulo do "cenário heavy metal paraense".
Ronaldo Brito:Como novo integrante(baterista) da banda,sinto-me muito motivado nessa reestreia e na minha estreia na banda,espero que o publico paraense compareça "em peso" no vitrolas bar ,Até o Show!


        De quebra faça o convite para a galera aparecer por lá para dar um conferida na apresentação do Traveller...
Nhofy:Galera,o Traveller subirá aos palcos com músicas de peso sem perder a essência do bom e velho heavy metal tradicional,conto com a presença dos Metalheads no  berço do Heavy da America Latina!
        Muito obrigado galera do Traveller! Gostaria de dizer que nós do Ouvir-O-Peso estamos torcendo para que essa volta do Traveller seja triunfante e novamente agradece-los pelo apoio ao nosso Blog!
        Nhofy E Paulo: Nós é que agradecemos ao Blog Ouvir Ouvir-O-Peso e a todos outros meios de comunicações que Apoiam  e difundem o Heavy Metal .
        Ao Bangers: Que compareçam aos shows,só assim a cena não entrará em declinio;Apoiem: Comprando camisas,indo a shows,lendo zines,etc.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

E o Ensaio Aberto Ná Figueredo retoma seus trabalhos!E para começar o ano de 2012 com o pé direito, o Ensaio Aberto recebe em seu palco duas grandes bandas do cenário rockeiro paraense: Avens e All Still Burns.

A banda Avens
começou sua trajetória em maio de 2000 e veio se mantendo ativa em meio a paradas e voltas, sempre com sua influência marcante de bandas nostálgicas como Tool , A Perfect Circle, Silverchair e Alice in Chains. Em sua fase atual onde encontrou aparente estabilidade, gravou seu primeiro cd “Holy Insanity” em estúdio da cidade de São Paulo, que vem apresentando qualidade tanto musical como de produção em nível internacional e promete render ótimas resenhas sobre o álbum em blogs e sites especializados.
É nesse embalo de “filho recém-nascido” (o álbum) que a banda Avens retorna para a cidade das mangueiras após a gravação do cd, com sede de shows!

O lançamento do cd ainda não tem data prevista, mas já foi disponibilizado pela banda em redes sociais para download.

A banda All Still Burns que marca sua presença no evento também, tem se destacado show após show na cidade, fazendo o som denonimado pelos fãs e pela própria banda de “Metalcore”, que mescla o groove e velocidade de bandas tradicionais como Pantera e Slayer, como a pegada totalmente contemporânea de bandas como Killswitch Engage, All That Remains, In Flames e August Burns Red. prometendo mais uma apresentação esmagadora cheia de energia e com seu publico comparecendo e vibrando em peso como tem sido nos últimos shows da banda.

então não percam essa grande reabertura! E nos vemos sábado!

terça-feira, 24 de abril de 2012

     Todos já sabe o que aconteceu em São Luis/MA no chamado "maior Festival de Heavy Metal do Brasil", pois bem até agora ninguém sabe o que ocorreu entre os produtores deste evento, um joga para o outro e o outro para o um, muitos que estavam no Parque Independência estão entrando na justiça e outra já prestam queija ao PROCON.
     O desrespeito foi tão grande que no final da apresentação do Korzus (sábado) simplesmente desmontaram todo o palco sem dar nem uma satisfação ao publico presente.
     Os que ficam no chamado "camping" sofreram mais, ficam em locais destinas a cavalos e bois chamando estábulos. 
    Será que esse "organizadores" ficariam no camping também, duvido! 
    Foi uma grande decepção para mim e ou milhares de pessoas, a parte boa desse coisa todo, foi que as banda que tocam no festival arrebentaram até as banda que eu não gostam tocaram com uma força a mais.Parabéns a todas elas.
    Os amantes do Heavy Metal não mereciam isso!
    Fica aqui um pouco da minha indignação com os "organizadores" do evento, pois não consigo escrever mais nada, pois tenho de lembrar desse dias frustrantes.
    Peço desculpa as bandas e aos leitores do blog  por não fazer nem resenha do festival.


Jader Rocha
  
       

segunda-feira, 26 de março de 2012

Shaaman, Salvanor, Ghost Riders e muito mais, agitaram a noite araçatubense.







Dia 24/03 foi dia de Araçatuba parar, para aqueles que curtem o bom e velho Heavy Metal. A primeira edição do Araçatuba Metal Rock Fest trouxe para a cidade, pela primeira vez, a banda SHAAMAN juntamente com grandes bandas da região.

As primeiras bandas (Ghost Riders, The Best Of Guns'n Roses e System Of a Down cover) fizeram uma bela apresentação e deram o ponta-pé inicial na noite, animando o pouco publico de 916 pagantes, que deixou a aparencia de vazio, devido à estrutura da casa de shows.

Logo em seguida entrou a banda Salvanor, com seu projeto de Iron Maiden Tribute, levantando o público com grandes clássicos do Iron e levando o público ao delirio, com direito a bate cabeça entre os frenéticos pela banda homenageada. Alguns arriscavam até dizer que foi a melhor apresentação do evento, que finalizou o show FEAR OF THE DARK, deixando aquele gostinho de "quero mais".

A banda SHAAMAN entrou em cena, como a quarta banda da noite, com uma apresentação abaixo do esperado, com muitos playback de instrumentais, como no começo de For Tomorrow, intro de Fairy Tale e outras musicas que exigiam um instrumental mais arranjado ou até mesmo a presenta de um tecladista em palco, além de deixar a música de trabalho In The Dark, esperada por muitos, de lado, assim como outras grandes musicas da banda. Uma apresentação rápida, que deixou o público esperando um BIS ou que a banda tocasse clássicos do ANGRA, explicado pelo vocalista Thiago Bianchi que não seria executada. A banda iniciou a apresentação com "Turn Away", do álbum Reason e se limitou no set list de musicas da antiga formação da banda, tocando apenas raras musicas de sua nova formação.

Por fim se apresentaram as bandas Metallica Cover e Lunna Tenebrae, que também fizeram muito bem a sua parte para o pouco público que restou após a apresentação da banda principal.

Embora esse tenha sido apenas a primeira edição do evento na cidade, os organizadores gostaram do resultado e já planejam quais serão as proximas bandas a se apresentar na segunda edição do evento, sem data definida.



Doug Martineli 

segunda-feira, 5 de março de 2012

M.N.R Grindcore Paraense e Matador!

Não podemos Reclamar de eventos grandiosos no país, pois estamos na empolgação com o M.O.A que é bem aqui do lado! e teremos a chance única de vermos bandas que crescemos ouvindo. depois que o IRON MAIDEN tocou em terras paraense, eu já não duvido de nada! e eu particulamente estou muito empolgado com esse Evento principalmente pelo fato do Blind Guardian e o Grave Digger estarem lá.pois são bandas que fazem parte de minha vida, principalmente o Blind Guardian que pude conferir em 1998 em belém,na antiga casa de show escapole! bem, e estou muito louco pra ir em SP pra ver o Unisonic...pois numca neguei que sou fã do senhor Michael Kiske e ve-lo ao lado de Kai Hansen novamente seria a realização de um sonho!
bem resumindo,não há como reclamar de eventos grandiosos...pois o M.O.A tá ai e vai ter o ícone STRESS pra representar a força do metal nortista...falando sobre essa força,certo dia a convite de um amigo fui na casa de show o fuxico e lá estavam se apresentando algumas bandas como MACHETE,que por sinal é muito boa, ANDROPAUSA, com uma meninas bem loucas no palco! na verdade não podemos reclamar de eventos na cidade em algum lugar tem alguém fazendo um som bem legal por ai, e por isso foi muito bom conhecer o som dessas bandas,pois pra mim era desconhecida, apesar de ter um amigo Kleyton Amaral que toca em não sei quantas mil bandas e ainda tira uma onda como DJ. e por isso dando uma dessas sacadas por ai. me deparo com o som dos caras do M.N.R (Manduca Na Roça) que tem um som extremamente porrada com temas bem legais e interessantes,quando escutei a música "Extrema Penetração" pensei: que porra é essa? e gostei muito pois é um som muito louco! resumindo o M.N.R é uma banda muito louca! completamente louca!
se trata de um grindcore super bem trampado e com uma produção bem legal! de cara fiquei louco pra ter alguma material da banda, mas tive que me conter com as músicas no Reverbnation www.reverbnation.com/mnrgrindcore
e então decidi trocar uma Ideia com os caras e fui logo falando com Alan (baixo) sobre uma entrevista com a banda e então fico a cargo de Almerindo (vocais) responder as perguntas, o line up do M.N.R segue com Pojo (guitar) e Paulo (bateria).
e então o M.N.R trocou uma ideia com a gente que vale muito a pena conferir!
desde de já quero agradecer a paciência dos leitores ( é acredite tem gente que realmente ler acompanha o OUVIR-O-PESO) pois como tanto Jader Rocah quanto eu temos muito coisa pra fazer e fica dificil postar algo novo sempre no blog. mas estamos aqui! e bandas interessadas por favor entrem em contato! pois apesar de manter um blog com um monte de coisas pra fazer é bem dificil, mas fazemos isso por que gostamos!
chega de papinho e coloca o M.N.R pra rolar e dá uma sacada na entrevista que voce não vai se arrepender!!

see ya!
Edu Cavalcante




1.     01.  Primeiramente gostaria de agradecer a por te aceitado o Convite do Ouvir - O-Peso.
Conte nos sobre M.N.R como tudo começo?
R: O João cara de Pinto (ex-Delinqüentes) queria fazer uma banda de grindcore  e convidou eu , o Xkaladox  e o Paulo “Doido” , começamos a ensaiar e as músicas foram aparecendo mas no quarto ensaio o João saiu da banda e no seu lugar entrou o Pojo na guitarra. Ficamos um ano e três meses com essa formação e fazendo vários shows pela cidade de Belém, tocamos também em Palmas - To, até que no começo de 2011 o xkaladox saiu e quem entrou no seu lugar foi o Alan que está no baixo até hoje.

2.     02.  A banda tá na ativa desde 2009 e antes de falar com você, rolou um papo com Alan (Baixo) sobre um material demo que vai sair ainda... fale a respeito desse projeto..
R: A demo vai se chamar Sodomizado pelo próprio genitor e foi gravada em janeiro, tem 12 músicas incluindo um cover  da banda DxSxTx daqui de Belém mesmo . Oito músicas dessa demo são composições que mostra uma pegada mais porngrind e outras três que são tinner,legião e solte Barrabás são mais no estilo grindcore old school. Esperamos que no final de Abril já esteja tudo pronto e em mãos pra começar a fazer uma divulgação legal do trabalho
3.       03. O M.N.R segue uma linha Grindcore...porrada do inicio ao fim. Estava escutando alguns sons da banda como: Estrupo,N.A.C e EXTREMA PENETRAÇÃO e o que me chamou a atenção foi seus vocais na músicas...você toma algum cuidado especial para canta-las?
R: Deveria ter algum cuidado com minha voz mas não tenho nenhum(risos)! Na música N.A.C.  quem divide os vocais comigo é o Boto Necrófilo da banda Parafília Horrenda
4.       04.Outra coisa interessante é que temos em algumas intro em algumas músicas de algumas atrizes pornô e em uma dela tem o Kid Bengala desafiando o Big Mack...como surgiu a ídeia de colocar fazer isso?
R: As letras das músicas falam sobre sexo e o maior representante do pornô nacional é o kid bengala, então achamos interessante prestar essa homenagem a ele
5.       05.Vamos falar sobre a produção das músicas do M.N.R como foi o processo de produção delas? Quem ficou a cargo da produção?
R:A banda que  fez toda a produção, e em estúdio tivemos a ajuda do Cleber  chaar que é o dono do estúdio onde gravamos
6.      06.Se alguém estiver interessado no material da banda, como download e etc...faz o que pra conseguir?
R: Na nossa página oficial do facebook da pra fazer download de todas as músicas da demo. O endereço da pagina é esse: www.facebook.com/goregrind.band
7.     07.  Como vocês encaram a cena grindcore de Belém? Vou ser sincero com vocês eu infelizmente conheço pouco...e nós do OUVIR-O-PESO apenas entrevistamos o VAGINAL CHEESEE (http://www.youtube.com/watch?v=kODFroEXU1g&feature=share) que é uma banda muito interessante...
R: Infelizmente existem poucas bandas, já que o grindcore não é um estilo muito popular, mas temos uma grande banda que é o Baixo Calão  que vem fazendo vários shows pela cidade e está cada vez alcançando vôos mais altos
8.       08.E sobre o lance do FUNK carioca na música SODOMIZADA PELO PRÓPRIO GENITOR, tem alguma razão para esse funk está no inicio da música?
R: sim, o funk carioca representa toda a putaria, toda a malícia e toda a perversão que nós adoramos(risos). Ela está no começo da música sodomizado pelo próprio genitor, pois achamos que combinava bastante com o tema.
9.   09.    Conte-nos sobre a influencia da banda, sei que fica difícil falar pelo os outros integrantes de banda mais fale da sua  Almerindo....
R:Escuto muito goregrind,grindcore,death metal e por aí vai. Gosto bastante de bandas como: Gutalax,spasm,carnal diafragma, Rompeprop,monigo , Wormrot,Baixo Calão,deicide,cannibal corpse entre outras!
1   10.Valeu Galera do M.N.R espero que o material demo de vocês saia logo e por fim deixe seu recado para a galera do OUVIR-O-PESO....
R: Obrigado pelo espaço cedido! E só lembrando  que a demo vai estar pronta no final de abril mas quem quiser dá uma conferida no som é só acessar nossa pagina oficial que tem todas as músicas!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

DELIQUENTES O HC DO NORTE

COM SEU 26 ANOS ANOS DE DEDICAÇÃO TOTAL AO HARDCORE A BANDA  PARAENSE LANÇA COM EXCLUSIVIDADE UM SINGLE (POR ENQUANTO SÓ NA NET) COM DUAS MUSICAS: FORMIGUEIRO FEBRIL E SOTERRADOS. CURTA NO SITE A BAIXO
 http://soundcloud.com/delinquentes/


AGUARDE ENTREVISTA COM JAYME KATARRO VOCALISTA DO DELIQUENTES

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

METAL OPEN AIR


Nos últimos meses vem se falando muito em um festival de porte grande aqui no norte, mais precisamente na capital do Maranhão, pois bem, devido muitos boatos e comentários os organizadores deste festival criaram um site para melhor informar tudo sobre o evento.
O site www.metalopenair.com vem para esclarecer varias duvidas, assim com o uso do nome Wacken que no inicio dos boatos foi cogitado.
Outras informações serão postadas logo, como as bandas nacionais e internacionais, e os valores de ingressos que serão vendidos por um site.

Jader Rocha

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

THUNDERSPELL



hello! Bem,depois de alguns meses sem postar nenhuma entrevista por aqui,mas temos uma desculpa pra isso,trabalhamos direto.pra falar a verdade trabalhamos demais e quando sobra um tempinho aparecemos por aqui e dessa vez dando uma volta pelo myspace and facebook encontrei o THUNDERSPELL...de prima o nome chama atenção e como se trata de uma banda Heavy Metal,me chamou atenção mais ainda,não somente pelo som da banda que apesar de ser apenas uma simples ensaio demo.é notório que O THUNDERSPELL só tem a crescer.voce pode não sacar a banda ainda pelo nome...mas voce deve conhecer alguns do integrantes pelo menos de vista.agora vamos parar de papo furado e dar uma sacada na entrevista que fizemos com Hugo War. see ya! (Eduardo Cavalcante)
1.  .
  Primeiramente eu gostaria de agradece-lo por ter aceitado o convite do ouvir-o-peso para essa entrevista...
R;Não tem por onde veio!

2.    Bem, sabemos que você tocou em algumas bandas como Retaliatory que segue uma linha bem mais death, como surgiu a ideia de formar uma banda como thunderspell que segue uma linha mais heavy?
R:Bom essa idéia de montar uma banda de heavy metal eu tenho desde quando era adolescentes, pois eu já tinha varias composições próprias de heavy metal, e queria botá-las em ação ou seja pra galera ouvir!

3.    Nós do Ouvir-o-peso seguimos cena há algum tempo, e sabemos o quanto a cena death/thrash sempre foi bem superior. digo isso porque tínhamos poucas bandas de heavy metal na cena paraense, como você ver essa mudança. Visto que antes tínhamos apenas MITRA,LORD BYRON,SOLEDAD e agora a cena heavy está mais forte com bandas como THUNDERSPELL,FOREWORD entre outras...
R: É verdade, lembro-me que antigamente havias poucas bandas de heavy metal em Belém e hoje em dias eu vejo que o pessoal esta montando mais bandas de heavy, mas também estão nascendo bandas mais brutais, as bandas de death e thrash estão no auge, isso sem contar com o fenômeno do Black metal que esta imperando e causando ate polemicas por aqui, mas sempre vai haver espaço para todos os estilos, afinal o heavy metal e o inicio de tudo, e eu tenho certeza que quem curte metal não pode deixar de escutar um bom heavy metal!

4.    Eu ouvi algumas músicas no myspace da banda e por sinal são bastante boas, como foi o processo de gravação delas?
R:Bom, aquela gravação é uma demo ensaio, pois agente estava ensaiando já um tempo e queríamos ver como estavam as musicas, pra saber se tínhamos que mudar alguma coisa, ou seja vê o que tava faltando e sobrando, e nos já tiramos nossas conclusões, essa gravação foi feita no Chaar estúdio!

5.    Se alguém tiver interesse no trabalho da banda... quais são as opções para alguém entrar em contato com a banda?
R:Cara agente ta com material demo em mãos se alguém estiver interessado e só entra em contato com agente através do facebook:
http://www.facebook.com/profile.php?id=100002869888971 ou do Myspace: www.myspace.com/thunderspellmetal, ou pelo fone:81048738. Esse mês agente vai disponibilizar camisas da banda também,

6.    Você acha que vai demorar muito para banda fazer um registro, mesmo que seja um álbum demo?
 RR Como já falei agente ta com uma demo de cinco musicas, e no inicio do ano q vem agente vai entra em estúdio pra gravar um cd valendo, já estamos com 7 musicas prontas e aprontando a oitava esse mês. Se tudo de certo ano q vem agente vai gravar um cd oficial

7.    Falando agora sobre o nome da banda, é engraçado o fato da banda ter começado com um nome e ter trocado algumas vezes, gostaria que você comentasse sobre isso.
 R: Bom, a banda já passou por varias fazes e integrantes, cada um tem uma idéia diferente de nome de banda por isso que ela teve tantos nomes, e pra ser sincero de todos os nomes que a banda já teve, Thunderspell foi o que mais me agradou, então os resto do nomes viraram apelidos.

8.    Falando um pouco da cena paraense. Sabemos que a cena é forte e a prova disso é quantidade de shows que aconteceram em Belém. Por exemplo muita gente nem se quer soube que o BLIND GUARDIAN tocou em Belém. Mas de lá pra cá o numero de shows ficaram maior, o que realmente falta apoio, como você encara essa mudança “radical” da cena com relação a shows?
R: Eu acho muito massa, queria que tivesse shows todo dia :D! O que falta mesmo e apoio para que muitas bandas de expressão venham tocar em Belém. Quando as bandas de fora vêm em Belém elas ficam impressionadas com o publico, e o publico, mas fiel ao estilo heavy metal, eu já fui em shows e já toquei em outros estados e vi que o publico daqui e diferente, La fora e muito pula pula e aqui não, a galera bengueia mesmo!!!

9.    Voltando a falar sobre o THUNDERSPELL, o que podemos esperar da banda daqui pra frente? Tem algum evento a vista?
R: Nos iremos tocar no rock contra fome em dezembro, ate agora e só o que temos de agenda, talvez agente toque em janeiro em são Luis do maranhão mas ainda não esta certo, nos estamos focados em terminar as musicas próprias para pode dar inicio na gravação do cd.
10.  Muito obrigado Hugo, deixe aqui sua considerações finas para oe leitores do Ouvir-o-peso...
11.  R: bom eu só tenho a agradecer a oportunidade, nos ficamos muito felizes pelo apoio que vocês estão dando as bandas e a cena metal Paraense , eu espero que a galera possa ler e se quiser entrar em contato com a banda podem ficar a vontade, e aguardem que a banda thunderspell ainda vai fazer muito barulho por ai, Stay Metal!!!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

THE BIG FOUR (Anthrax, Megadeath, Slayer e Metallica) - Sonisphere Festival (United Kingdom) 08 a 10/07/11.

Algumas Fotos 


Para iniciar a resenha da experiência em um dia de um dos maiores festivas europeus de Rock (etapa ocorrida na Inglaterra), não poderia deixar de fora a aventura que foi chegar em um país pela primeira vez sem ingressos e nem ter a idéia de como chegar na distante fazenda interiorana (Knebworth) em menos de 12 horas de abrirem-se os portões. Antes de voltar deprimido para o quarto de hotel com a melhor parte da viagem perdida, o contato com um taxista me salvou com a indicação da estação de trem onde pegaria a condução que me deixaria nas proximidades do evento. Até aí tudo bem, mas faltava o ingresso, o qual tentara comprar com 5 meses de antecedência mas sem êxito. Nunca imaginária que tudo seria tão fácil. Em um guichê sem filas antes da entrada principal consegui meu passaporte para o grande show do "The Big Four". Com grande estrutura e organização impecável em um dia de sol e temperatura agradável, pude percorrer um imenso percurso em uma multidão de barracas de camping e, depois de chegar ao grande palco após muitas lojas e bares a céu aberto, ao meio dia, me instalei em um ponto privilegiado da pista. Antes de iniciar a entrada do primeiro dos Grandes, o público europeu foi agraciado com uma formação jovem do antigo DIAMOND HEAD que, entre as novas músicas não poderia deixar de fora uma que influenciou o início de carreira dos anfitriões da festa (Metallica) -"Am I Evil ?" que movimentou a platéia que ainda pouco preenchia no imenso gramado. Após uma hora de show e mais uma de intervalo, às 16 horas e já com o pano de fundo destacando a capa do álbum "Among the Living" entraram o ANTHRAX com sua formação quase completa se não fosse pela ausência do mais louco deles, o guitarrista Scott Ian e sua careca e longa barba, porém, para surpresa dos raros brasileiros como eu, uma guitarra brazuca estava cobrindo este desfalque sem deixar nada a desejar, era o nosso representante Andreas Kisser que, entre os grande hits da banda como "Indians" e "Mad House" deu uma palhinha do "Refuse/Resist" do Sepultura fazendo a platéia sentir o peso de um Thrash mais agressivo do que estavam acostumados até aquele momento. Pelos telões laterais podia-se notar o tamanho da platéia crescendo com headbangers de todas as idades onde se destacavam uns poucos hilários com fantasias de super-heróis e personagens de histórias infantis. Mantendo uma seqüência de uma hora de show e meia de intervalo entrou a frente do grande pano que destacava uma adaptação da capa do "Endgame", o MEGADEATH que abrilhantou seu show com grandes músicas como "Symphony of Destruction" e "Holy Wars". O show foi espetacularmente técnico na atuação da guitarra de Dave Mustaine, porém sua presença de palco mais discreta e de cabeça baixa não contagiava o público na mesma proporção que seu som, realizando um momento de mais uma hora de forma mais apática. Para compensar o relaxamento do público entrou com muita propriedade Tom Araya com seu ar sarcástico para o delírio dos mais brutais headbangers. O SLAYER com sua logomarca de fundo e mais de 20 grandes caixas Marshall e a bateria de Dave Lombardo, ou melhor dizer Lombrado (de volta) no meio fez tudo estremecer com os pedias duplos mais rápidos do dia. Espetaculares atuações de "Dead Skin Mask", "Chemical Warfare", "Raining Blood", com entrada de "Disciple" e incrível destaque da melhor de todas: "Angel of Death", onde, por incrível que pareça, Tom Araya conseguiu expelir aquele grito de entrada que a um bom tempo não arriscava mais, Kerry King e sua barba amarrada e velho bracelete de pregos enferrujados e o excelente guitarrista GaryHolt (Exodus). Por volta de uma 20 horas e meia da noite e muito aperto em um mundo de espaço, um novo telão (além dos laterais que já existiam) abriu-se no meio do grande palco com um trecho do filme de faroeste "O Bom, o Mau e o Feio" e a trilha sonora "The Ecstasy of Gold", introdução que os donos do dia usam a cerca de três anos. Eram o METALLICA entrando em grande estilo e sofisticação de efeitos especiais que não foram dispostos aos demais. De entrada foram logo com umas de suas grandes :"Hit the Lights" relembrando os primórdios de sua carreira. Meteram logo em seguida "Master of Puppets" e a linda viagem do ponto central mais lento da música. Utilizaram de todos artifícios com lança chamas e fogos. Me surpreenderam com uma das melhores :"Sanatarium" e a instrumental "The Call of Klutulu", as quais acreditava que iriam deixar de fora. Já às 21:30 quando começava a escurecer, abusaram dos efeitos com a entrada de "One" (quase explodiram todo o palco). Muito fogo com "Fight Fire With Fire" e um banho para esfriar em uma viagem alucinante com "Fade to Black". E assim foi por diante com "Battery", "For Whom the Bell Tolls" entre outras que não consigo recordar agora, porém não menos fantásticas. Uma noite inesquecível para qualquer 
 Por Rodrigo Smith- Colaborador






Seguidores